Bate-papo com amadores de elite!

Hoje temos um bate-papo maravilhoso com a corredora e triatleta Karime Buck, onde ela nos conta sobre seus treinos, preparação para as provas e dá dicas para quem quer melhorar a performance na corrida! Vem comigo!

Karime Karime Buck

 

Como foi que a corrida entrou em sua vida?

Comecei a correr na faculdade em 2001 mais ou menos, mas sem intenção de tempo nem distancia, pra falar a verdade nem sabia quanto fazia apenas me distraia correndo de vez em quando. Participava dos jogos de futebol e handebol e fazia aulas de ginastica na academia. Sempre fui uma pessoa ativa, quando criança praticava ginastica olímpica e adorava as aulas de educação física do colégio, mas quando me formei me dediquei mais ao trabalho e acabei abandonando a corrida.

Em 2007, mais precisamente em fevereiro, decidi voltar e ter objetivos, no inicio completar os tão sonhados 10 km. Corria a minha maneira, sem seguir uma orientação profissional.

– Você corre por prazer, pela saúde ou para competir? Qual sua distância favorita e por quê?

Corro primeiramente por prazer e por qualidade de vida, mas também busco alcançar meus objetivos, sejam eles tempo ou distancia, mas sem nunca esquecer da saúde.

A distancia que me sinto mais confortável é nos 10km, mas também gosto de fazer 15km e 21km. Porque durante a prova a impressão que tenho é que distancias mais longas caso faça algum km acima (mais devagar) ainda tenho tempo de recuperar.

Como você se prepara para uma corrida de rua? Tem algum treinador ou assessoria para orientá-la?

Sigo orientação de um profissional da Bio Eco Esportes, de Piracicaba – SP, que me passa semanalmente a planilha, de acordo com meu tempo disponível para os treinos e com meus objetivos. Tenho treinos soltos, de longa distancia e tiros de velocidade e musculação também. Normalmente na semana de prova o treino é mais leve e no dia anterior procuro me hidratar e dormir bem.

Conte-nos um pouco sobre suas últimas provas

No inicio mesmo conseguindo correr 10km tinha muita vergonha de participar de provas pois pensava ser somente para corredores experientes, e a primeira vez que participei foi na minha cidade, em uma corrida pequena com chuva e foi inesquecível e emocionante, timidamente e sem acreditar, cheguei em 3º lugar geral e achei muito inspirador ver os ultimos chegarem e serem aplaudidos, porque quem cruza a linha de chegada ja é um vencedor. Sempre me lembro dessa prova.

Há um ano estou focada no triathlon, mas sempre participo das corridas de rua que dos três esportes é o meu favorito. Minhas ultimas corridas foram de curta distancia (5km) que apesar de não ser a minha favorita, julgo importante para ganhar velocidade nas mais longas, utilizo elas como treino. Desde que comecei a incluir natação e bicicleta tenho percebido uma melhora no tempo da corrida, antes fazia os 10km em 46min e hoje é possível em 44min.

A ultima prova foi um triathlon na distancia olímpica e a corrida foi extremamente puxada com subidas fortes, antes realizei duas de 5km e uma de 10km.

Agora nos diga: qual vai ser a próxima prova? Quando e onde? Como você está se preparando para esta corrida?

Não fechei meu calendário de provas de 2013 ainda, mas a próxima corrida será em março, em Piracicaba, uma maratona de revezamento, farei em dupla e começarei alguns treinos mais longos de corrida no começo do ano. Mas mesmo em distancias maiores que 10km sempre tem na semana treinos mais curtos de velocidade e soltos.
– E para finalizar: você, como uma corredora experiente, dê uma dica ou algumas dicas para quem quer correr mais e melhor.

Primeira coisa que devemos lembrar é que somos amadores apaixonados por corridas e não profissionais, devemos acima de tudo respeitar e saber “ouvir” nosso corpo, não treinar com dores para não termos uma lesão crônica e respeitar o dia que não estamos “rendendo”.

Traçar objetivos a médio e longo prazo considero fundamental, treinar muitas vezes é sofrido porem, cada dia de treino é um passo em direção a sua meta, não existe resultado sem esforço. Muitas vezes durante a prova eu penso em diminuir o ritmo, penso que não irei aguentar ou às vezes penso ate em desistir, mas dai me lembro do treino em que mais sofri para estar naquela prova e me lembro que consegui finaliza-lo e que a dor é passageira e a satisfação é imensa no final.

Aquecimento antes das provas é importante, seja provas curtas ou longas, assim como repouso e alimentação do dia anterior.

Procurar um profissional de qualidade que saiba respeitar e fazer a periodização dos treinos com isso evita lesões e você treina menos e com mais resultados.

E finalmente ter em mente que não precisamos alcançar rápido nossos objetivos porque a meta final é se divertir e nunca pararmos de correr!

 

**Serviço: Bio Eco Esportes

 

  • Rua Luiz Rodrigues de Moraes, 189

One thought on “Bate-papo com amadores de elite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

62 + = 65